segunda-feira, 19 de março de 2012

SaaS, PaaS e IaaS - As camadas do Cloud Computing


As camadas do Cloud Computing
Cloud Computing é um modelo que permite de forma conveniente, o acesso à rede sob demanda para um conjunto compartilhado de recursos de computação configuráveis (por exemplo, redes, servidores, armazenamento, aplicativos e serviços) que podem ser rapidamente provisionados e lançados com o mínimo de esforço de gestão ou a interação de um prestador de serviços. A Computação em Nuvem não representa uma tecnologia e, sim, um modelo de TI, que tem como base serviços e não produtos, e os seguintes princípios:
  • Infraestrutura compartilhada: vários clientes dividem uma mesma plataforma tecnológica, o que inclui até uma mesma instância de determinado aplicativo; 
  • Serviços ondemand (sob demanda): seja por número de usuários, transações ou a combinação entre vários ítens;
  • Serviços são escalonáveis: a partir da perspectiva do usuário, existe uma flexibilidade de requisitar uma ampliação das ofertas, sem qualquer limitação;
  • Precificados com base no uso: prerrogativa de cobrança pelo serviço utilizado em um determinado período;
  • Diversidade: atuação em nuvens públicas e nuvens privadas de forma homogênea e transparente. 
Muitos fornecedores de software tradicionais e de infraestrutura utilizam associado aos seus produtos e serviços o termo Cloud Computing, mas verdadeiramente não cumprem na prática os princípios básicos listados acima.




Entendendo as camadas do Cloud Computing: SaaS, Paas e IaaS.
SaaS ("Software as a Service - Software como Serviço")
- O que é e como funciona:
Já utilizamos o conceito de SaaS em praticamente todos os serviços de internet que consumimos hoje em dia, como um motor de busca na web (Google, Bing, Yahoo) ou seu webmail. De forma geral o conceito de software como serviço é muito mais abrangente e mais aplicado no contexto de aplicações de negócios.
Nesse conceito de serviço, o cliente não se preocupa com instalação de software, configuração de rede, alocação de servidor, licenças para programas e etc. O fornecedor do serviço cobra uma taxa pra disponibilizar o serviço e dar o suporte, o software é utilizado 100% através da web, ou pode ter uma instalação local, como antivírus, serviços de backup, bancos de dados, etc. A característica principal é a não aquisição das licenças (mas sim pagar pelo uso como um "serviço") e a responsabilidade do fornecedor pela disponibilização do sistema em produção.

Características do SaaS:
Para garantir de fato que uma solução seja vendida como SaaS, ela deve cumprir as definições mais comuns aceitas pela Computação em Nuvem que incluem:
  • Acesso à aplicação via web;
  • O gerenciamento da aplicação é realizado de forma centralizada;
  • O usuário não é responsável por lidar com atualizações ou aplicações de correções no aplicativo;
  • A aplicação é entregue no modelo de “um para muitos”;
  • Existência de Application Programming Interfaces (APIs) para permitir integrações externas.
- Os serviços do tipo SaaS mais comuns no mercado:
  • Google Docs
  • Gmail
  • Sales Force (salesforce.com)

PaaS ("Platform as a Service - Plataforma como Serviço")
- O que é e como funciona:
“Plataforma como serviço (PaaS) é a entrega de um ambiente de computação em camadas e soluções como serviço. Ofertas PaaS facilitam a implantação de aplicações de menor custo  complexidade na compra e gestão do hardware, software e recursos de provisionamento de infraestrutura, que fornece todas as facilidades necessárias para suportar o ciclo de vida completo de construção e entrega de aplicações web e serviços totalmente disponíveis a partir da Internet.“

O PaaS é análogo ao SaaS, exceto que, ao invés de software entregue pela web, é uma plataforma (um ambiente) para a criação, hospedagem e controle de software.
O PaaS vai se tornar a abordagem predominante em relação ao desenvolvimento de software. A capacidade de automatizar processos, utilizando componentes pré-definidos, blocos pré-construídos, de forma que, desenvolver uma aplicação será muito mais fácil.

Características do PaaS: 
Há uma série de maneiras diferentes para caracterizar PaaS, mas algumas das características mais comuns encontradas em diversos provedores são:
  • Ambiente para desenvolver, testar, implantar e manter aplicações de forma integrada e escalável, para cumprir todo o processo de desenvolvimento;
  • A arquitetura multi-tenant, onde vários usuários simultâneos utilizam o mesmo aplicativo;
  • Escalabilidade, incluindo balanceamento de carga e failover (processo no qual uma máquina assume os serviços de outra, quando esta última apresenta falha);
  • Integração com serviços web e bases de dados através de padrões comuns;
  • Ferramentas para lidar com faturamento e gerenciamento de assinaturas;
  • Segurança integrada;
  • Ambiente dimensionado e pronto para utilização de aplicações complexas (como Microsoft© SharePoint, Dynamics CRM, Oracle, Forms, entre outras…).
- Os serviços do tipo PaaS mais comuns no mercado: 
  • Google AppEngine
  • Force.com da Salesforce
IaaS ("Infrastructure as a Service - Infraestrutura como Serviço")
- O que é e como funciona: 
“Infraestrutura como serviço (IaaS) é uma maneira de entregar computação em nuvem, onde a infraestrutura de servidores, sistemas de rede, armazenamento, e todo o ambiente necessário para o  funcionamento são contratados como serviços.
Ao invés de comprar servidores, software, espaço em data center, os clientes usam estes recursos como um serviço totalmente terceirizado sob demanda.”
Em IaaS, existem algumas subcategorias que são fundamentais deixar claro para entendimento desta camada. Geralmente o IaaS pode ser contratado das seguintes formas: nuvens públicas,  privadas ou uma combinação das duas.
- Nuvem pública:
É considerada uma nuvem pública quando a infraestrutura disponível para contratação consiste em recursos compartilhados, padronizados e com autoatendimento pela Internet.
- Nuvem privada:
É a infraestrutura que utiliza as características da computação em nuvem, como a virtualização, mas na forma de uma rede privada. 
- Nuvem híbrida:
É a combinação das nuvens públicas e privadas, possibilitando utilizar a melhores opções de características de ambas.

Características do IaaS:  
As ofertas de soluções, os custos, a alta disponibilidade e o nível de profissionalização dos provedores são os principais fatores da adoção do IaaS. As características principais do IaaS são:
  • Recursos são contratados como um serviço;
  • Pode ter um custo variável pelo uso ou definido de forma prévia;
  • Alta escalabilidade com rapidez e eficiência e
  • Monitoramento e gerenciamentos avançados
- Os serviços do tipo IaaS mais comuns no mercado:  
  • EC2 da Amazon
  • Blue Cloud da IBM

Qual tipo de serviço usar?
Bom, podemos perceber que Cloud Computing é um termo muito abrangente, englobando várias componentes contratados como serviço. A importância em compreender os aspectos de computação nas nuvens, suas características, seus desafios, sua necessidade e oportunidade são essenciais na hora de avaliar como essa tecnologia vai fazer a diferença e agregar a sua empresa e suas necessidades em comum com sua empresa e qual tipo de serviço vai ser importante para o seu negócio.
Cloud Computing é uma revolução tratada por uns como uma tendencia não necessária, porem se engana quem acredita nisso, computação nas nuvens é a próxima onda da tecnologia, cabe a você enxergar isso e empregar essa tecnologia a suas necessidades afim de agregar valores para você e a sua empresa.

Acesse o nosso site YaW Tecnologia, para mais informações sobre assuntos na área de desenvolvimento e veja os cursos disponíveis.

0 comentários:

Postar um comentário